Botox – mitos e verdades

botox 1

Por Dra. Karina Nunes

 Afinal por que o resultado do botox é tão diferente entre as usuárias? Dura quanto tempo? Porque “pega” bem em umas e em outras nem tanto? Por que os “pés de galinha” ou as rugas entre as sobrancelhas são os primeiros a voltarem? Por que algumas pessoas ficam com a sobrancelha elevada tipo gato Felix ou Jack Nicholson?

Bom, vamos por partes. Em primeiro lugar, a anatomia de cada pessoa é diferente e o efeito do botox depende de vários fatores:

 1- Marca da toxina. As melhores são o BOTOX (Estados Unidos) e o DYSPORT (Inglaterra).

2- Dose de diluição. O ideal é a menor possível. Diluir muito o produto, ou seja, acrescentar muito soro fisiológico, mais que o recomendado, diminui sua força de ação.

3- Características individuais: pessoas que têm a musculatura da face muito forte, ou seja, os “hipercinéticos” demandam mais pela musculatura. É como se a força do músculo ficasse competindo com toxina o tempo todo.

Em pessoas com metabolismo acelerado, atletas, maratonistas, dura menos.

 4- Dose aplicada: quanto maior a dose aplicada, maior a durabilidade, mas também mais artificial é o efeito.

 O “botox” natural geralmente dura menos, porque a quantidade de toxina usada é menor. Mas lembre-se: É muito melhor uma aparência mais

natural. Além de ficar mais bonito, não fica tão visível!!!

KarinaNunes

 

 

 

 

 

TAGS:

0
Compartilhe esse post:
Deixe seu comentário