Das diferenças de idades entre os filhos

irmãos.

Tenho uma amiga que nada comigo pela manhã. Outro dia, depois da piscina, estávamos conversando sobre família e filhos. Eu tenho duas meninas com idades bem próximas. A Caroline tem 6 anos e a Isabele, 4. Minha experiência é ser mãe de duas menininhas cujos interesses e atividades coincidem na maior parte das vezes. Fazem natação no mesmo horário, dançam ballet na mesma turma, gostam dos mesmos brinquedos, filmes e livros… Enfim, tudo o que faço com uma faço com a outra, embora eu tente várias vezes individualizar a atenção. Eu vivencio a enorme amizade, parceria e cumplicidade que existe entre elas. Porém, conversando com a Delma, ela me mostrou outra realidade. Ela tem quatro filhos com grande diferença de idade uns dos outros. Uma dinâmica familiar bem diferente da minha, mas tão especial quanto. Os desafios são diferentes, mas as delícias podem ser maravilhosas em ambas as experiências. Só depende de como encaramos e dirigimos nosso cotidiano.

Familia Cris

Conheço pessoas que por estarem acostumadas com as dinâmicas de quem tem filhos com idades bem próximas, sonham em aumentar a família mas dizem terem perdido o momento, pois hoje os filhos já estão grandes. Por isso, a Delma dividiu conosco a história dela para que vejamos o quanto pode ser bom ter filho em diferentes fases da vida. Estou muito grata à ela por dividir conosco algo tão especial! Ainda mais porque ela é um verdadeiro exemplo de Mulher Alfa: segura, bonita, feminina, forte, determinada… Enfim, uma mulher completa! Desejo que essa felicidade seja constante na vida dela e que inspire outras pessoas que de repente estejam se lamentando achando que passou da hora de terem outro filho a perceberem que sempre é tempo de somar alegria a uma já existente!

 Familia Delma

“Meu nome é Delma Bertoni Miguel,tenho 44 anos e desde dos meus 21 sou mãe! Tenho 4 Filhos ,Marco com 23,Manuela com 18, Mariana com 14 e Matheus com 8 ! A diferença entre eles é praticamente de cinco anos. Meu esposo e eu sempre fomos “corujas” e essa diferença de idades foi maravilhosa, pois participamos ativamente do dia a dia de cada um dos filhos. Acompanhamos o crescimento, os primeiros passos, as primeiras comidinhas (feitas por mim), os primeiros dentinhos, a vida escolar, doencinhas, amigos, passeios, viagens etc de forma intensa! Fomos parceiros deles integralmente. E com o passar dos tempos, os maiores eram além de irmãos, cuidadores (“pai e mãe”) dos menores! Não existia entre eles disputas, brigas, ciúmes… A atenção nunca precisou ser dividida – ela sempre foi multiplicada! A única coisa que foi um novo aprendizado foi a vida do casal! Esse foi nosso grande desafio: não perder nossa identidade! Com muito diálogo, companheirismo e amor acima de tudo, continuamos sendo um casal feliz, que curtia a vida a dois, mesmo tendo o compromisso de educar, zelar e manter essa turma toda! Posso dizer que fomos abençoados por termos construído uma família sólida, na base do amor, do carinho, da compreensão, do respeito. Aconselho a todos, tendo filhos espaçados ou juntinhos, que curtam cada momento! Sejam amigos, parceiros deles, sentem para conversar, brincar e se for preciso, bronquear também! Eu só posso dizer para vocês que o resultado dessa entrega nossa como pais é simplesmente muito recompensadora! Amo meus filhos e a família que me foi dada a graça de formar!”assinatura

  Ou seja, não existe uma resposta mas sim o que funcionará melhor para cada família!

TAGS:

1
Compartilhe esse post:
1 Comentário para “Das diferenças de idades entre os filhos”

    Gravatar Maria Borges
    10 novembro 2014

    Lindas as historias. Inspiradoras.

    [Reply]


Deixe seu comentário