Rejuvenescimento em 3D

rejuvenecimento_1Quando analisamos um rosto e a sua idade cronológica, é fundamental que o dermatologista avalie o todo e detalhes isolados que compõe as áreas anatômicas da face. O ideal é fazer uma análise em 3D – 3 dimensões:

• Pele
• Músculo
• Gordura

Primeiro vamos uma breve explicação do Envelhecimento x Triangulo Invertido da face

Na juventude, o volume na região medial da face é maior (bochechas são mais altas, contorno do rosto mais definido), coincidindo com ápice do Triangulo virado para baixo. Com o passar dos anos, ocorre reabsorção óssea, um escorregamento das estruturas das estruturas faciais de pele, subcutâneo e musculatura de maneira impiedosa. Os tecidos “frouxos” pela perda de colágeno e por conta da própria gravidade se depositam na região inferior da face, alargando a junção face-pescoço, apagando o contorno facial e invertendo o triângulo.
Esta é a evolução natural do envelhecimento. Um processo dinâmico e irreversível, mas que pode ser controlado, graças as inúmeras técnicas, tratamentos e tecnologias que podem ser aplicadas com bom senso e resultados satisfatórios.

Atualmente a abordagem ao rejuvenescimento cutâneo envolve muito mais do que a pele tratada.

Assim ao analisar um rosto, deparamos com necessidades específicas em cada paciente

Devemos tratar a superfície da pele, seja removendo manchas, células mortas, poros abertos, acne, cicatrizes. Obtendo um rosto com cara de pele tratada.

Rugas expressão, olhar caído, aspecto de cansado podem ser amenizadas através do tratamentos dos músculos com aplicação de toxina botulínica.

Repor volume atuando no aspecto do rosto em 3 dimensões- nessa fase o objetivo é manter contorno facial, suavizar a olheira, a flacidez, e garantindo resultado mais naturais e efetivos

Dessa maneira associamos as reais necessidades de cada paciente, com as diferentes associações tecnológicas existentes no mercado.

Imagem: freedigitalphotos.net

KarinaNunes
 
 
 
 
 
 

TAGS:

0
Compartilhe esse post:
Deixe seu comentário